fbpx

Se compararmos a taxa de produtividade de países desenvolvidos e outras economias em desenvolvimento, o Brasil está muito abaixo e tem muito a crescer neste quesito. Mas esse déficit não se deve somente ao nosso processo burocrático, podemos sim colocar grande parte desse desnível produtivo na falta de implementação de tecnologias nas áreas que trabalham com a produção, vamos ter que aprender muito ainda sobre agregar inteligência nos negócios.
Nossos gestores focam principalmente em investir em máquinas novas, mas aplicam muito pouco em personalizar tecnologias que ofereçam soluções diferenciadas para os seus desafios. Este investimento é, comprovadamente, a nova etapa do desenvolvimento tecnológico no mundo.

O investimento é ainda menor quando falamos em qualificação de equipes que podem implementar e desenvolver os avanços tecnológicos necessários. E assim temos como resultado, poucos serviços automatizados no Brasil, abrindo uma grande oportunidade para empresas deste ramo no mercado nacional.

 

Automação traz oportunidades de melhoria

Nosso atraso é nossa grande oportunidade. Como assim? O panorama tecnológico e da automação está prestes a mudar rapidamente em diferentes segmentos produtivos no Brasil, acelerado pelas exigências da atual crise econômica que vivemos. E se quisermos não ficar para trás temos que acompanhar esse processo.

Diante da necessidade, o uso de tecnologias no processo produtivo, que antes já eram acessíveis, mas não chamavam tanta a atenção por aqui, viraram prioridade agora. Em momentos como esse, todos os negócios são obrigados a buscar respostas rápidas para sobreviver.

Necessitamos ser mais produtivos, mais eficientes, transformar dificuldades em novas oportunidades, fazer mais com menos, ganhar escala para poder oferecer produtos mais baratos e de qualidade ainda superior. E a tecnologia e a automação são as grandes respostas para esses desafios.

 

Mudanças impulsionadas pela mobilidade.

Nos últimos anos, muitos produtores agrícolas brasileiros já haviam adotado máquinas, sementes manipuladas geneticamente, defensivos agrícolas mais inteligentes e, até, adubos, dando um salto de eficiência.

O mesmo se deu com os pecuaristas, que evoluíram na técnica de reprodução do gado, no casqueamento em bovinos, no manejo da criação de bezerras e novilhas, entre outros avanços.

Mas ainda faltava incorporar soluções personalizadas que associassem softwares de gestão com aplicativos móveis, que tem a mobilidade como principal diferencial e assim ajudando na implementação da tecnologia de geolocalização. É exatamente isso o que está acontecendo agora em larga escala e que vai permitir ao setor ampliar bastante sua produtividade.

 

Geolocalização permite ver diferentes etapas

O setor de agropecuária começa a se beneficiar largamente da tecnologia de geolocalização, que torna possível acompanhar diferentes etapas da cadeia produtiva. Ele funciona dentificando a localização exata das equipes, que podem alimentar o status das tarefas em tempo real, graças a aplicativos móveis.

Os avanços da tecnologia permitem ainda o compartilhamento de dados online entre quem está em campo vendendo, colhendo, coletando com quem está no escritório cuidando das demandas gerenciais, o que aumenta a eficiência da gestão do negócio como um todo.

Desta maneira, a quantidade de informações qualificadas disponíveis para a gestão do negócio é ampliado para todos e tornando possível a automação cada vez maior de tarefas. Os principais resultados positivos são as economias de tempo e de recursos, além da redução do desperdício e do aumento da qualidade do produto final.

 

O exemplo do controle na coleta de leite.

As propriedades leiteiras já se beneficiam hoje de programas que permitem o registro e compartilhamento de dados sobre a coleta de leite de forma sistemática e eficaz.

O QUANTUM LÁCTEO é uma dessas poderosas ferramentas. Ele é totalmente focado na automação das informações coletadas em campo pelas equipes de coleta de leite, que estão efetuando coletas nas propriedades todos os dias.

Elimina a papelada gerada por anotações em planilhas e documentos manuais sobre a quantidade de litros de leite coletada, agilizando o processo em si. Como os dados são inseridos no software de gestão da empresa em tempo real, são reduzidas as chances de erro no processo de digitação.

O QUANTUM LÁCTEO coleta as informações de rotas, produtores e outros dados e, automaticamente, encaminha aos dispositivos móveis, após o cadastro das coletas. A sincronização entre aparelhos acontece de forma direta, rápida e sem intermediários.

No processo de transporte, por exemplo, o acompanhamento das rotas feitas pelos motoristas é realizado através de coordenadas geográficas, o que torna possível o monitoramento do caminhão. Desta forma, o gestor pode se certificar de que os trechos programados estão sendo cobertos, mostrando desvios de rota e melhorando assim a logistica do processo de coleta.

Em suma, o ramo de tecnologias para o campo vai estar cada dia mais no cotidiano dos produtores, cooperativas e empresas. Para que possamos tirar o máximo de eficiência de nosso setor produtivo, teremos que se adequar as demandas do mercado e otimizar nosso processo.

A Gamatec é uma empresa que está se adequando a esse mercado e oferecendo soluções que vão dar suporte a esse aumento da demanda tecnológica no mercado nacional.

 

Autor

Gamatec

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *