fbpx
Agronegócios Logística Produtividade

4 dicas para otimizar a produção e coleta de leite

A atividade de produção leiteira está em processo de constante mudança e sempre necessitando ser adaptada para se adequar ao mercado cada dia mais rigoroso e exigente.

Sendo assim o produtor e as empresas que fazem o processo de coleta necessitam pensar em alternativas para otimizar seus processos, aumentar a produção e consequentemente o lucro sobre a venda do leite e seus derivados.

Se possível adote um sistema de irrigação

Para manter o gado produzindo o ano inteiro, é preciso investir na oferta regular de água. Pois ficar somente dependendo das condições climáticas e das chuvas pode acarretar em prejuízos. dependesse apenas da chuva. O resultado vai ser um pasto verde o ano inteiro e produtividade em alta.

Dentre as vantagens do uso da irrigação em pastagens destaca-se a redução dos efeitos da estacionalidade na produção de forragem e da ampliação da possibilidade de prover forragem aos animais por um período mais longo do ano, dependendo da temperatura e da luminosidade.

Além disso, a irrigação de pastagem contribui para reduzir a quantidade de volumosos conservados e concentrados nas dietas e para intensificar a produção de leite por área, melhorando o desempenho produtivo e reprodutivo do rebanho.

A irrigação de pastagem possibilita a produção de altas quantidades de forragem por hectare por ano, com redução de custos. É possível lotações de 7 a 10 vacas por hectare, produzindo 10-13kg de leite por vaca por dia. Isso significa que é perfeitamente possível produzir 90 a 130kg de leite por dia por hectare, ou seja, 32.850kg a 47.450kg de leite por hectare por ano.

Perda de peso dos bezerros

Um dos problemas mais frequentes para a redução do lucro na área da pecuária de leite é a perda de peso dos bezerros. Muitas vezes, ocorre a completa paralisação da engorda desses animais depois da desmama, que geralmente acontece no período chuvoso.

Uma dica para controlar essa situação e reduzir os problemas ocassionados é adotar alguns sistemas ou métodos de alimentação controlada, listamos alguns deles abaixo:

Sistema 42 meses, por exemplo, exige uma mistura mineral concentrada para o gado. O preparado, que tem menos de ⅓ de sal comum, oferece aos animais uma forragem adequada, melhorando o peso dos seus bovinos.

Sistema 36 meses, recomenda-se que sejam descartadas pelo pecuarista as bezerras desmamadas com peso abaixo da média. O sal mineral com ureia deve ser administrado no gado no período da seca, a fim de garantir a manutenção do peso.

Outros sistemas, como os de 30 e 24 meses também são possíveis, mas exigem das fazendas uma alta capacidade técnica, não sendo aplicáveis a qualquer propriedade.

Controle sanitário e de vacinação.

Além das razões nutricionais, uma defasagem no controle sanitário da propriedade pode prejudicar imensamente a produção de leite. Um manejo inadequado na parte sanitária e a aplicação das vacinas nos períodos corretos em seu rebanho, pode trazer inúmeros problemas de saúde aos animais e consequentemente redução da qualidade e da quantidade da produção.

Por isso, invista nos cuidados com a higiene. Consulte profissionais e não deixe de fazer o controle das vacinas. Uma vaca saudável significa tranquilidade e bons lucros para o produtor.

A tecnologia aliada à coleta de leite

A modernização é inegável e vem atingindo diversos setores da economia. Sempre se acreditou que as tecnologias para o agronegócio recebiam mais investimento, mas essa realidade vem mudando.

Muitos softwares e aplicativos já são desenvolvidos especialmente para a pecuária. Por meio deles, você pode montar planilhas de gastos e de lucros e, assim, administrar bem o financeiro do seu negócio.

Além disso, com a ajuda dos recursos tecnológicos, fica fácil fazer o gerenciamento da produtividade, das vacinas aplicadas nas vacas, o controle da alimentação, analisar e montar gráficos para visualizar seus rendimentos e ainda aperfeiçoar as suas vendas, com um controle mais completo e eficiente dos preços.

Com a incorporação desses aplicativos e softwares nos dispositivos móveis, fica ainda mais simples gerenciar a sua propriedade de qualquer lugar, tendo tudo o que você precisa na palma da mão.

Um bom exemplo destas ferramentas é a solução QUANTUM LÁCTEO – um software inovador no ramo da automatização e otimização do processo de coleta de leite. Através dele, o produtor e os envolvidos no processo de coleta pode fazer as análises quantitativas e qualitativas através do uso de smattphones.

Uma solução voltada para melhoria do controle de coleta de leite, ligado diretamente ao Software de Gestão da cooperativa ou da empresa que faz a coleta, ajudando na rastreabilidade do produto, ajuste de rotas de coletas, temperatura, resultado dos testes alizarol entre outras inúmeras funções.

Uma solução de fácil uso, muito intuitiva e que agiliza muito o processo de coleta, gerenciamento e controle no processo de coleta do leite.

A automatização agiliza o processo como um todo, mantém um controle mais seguro e informa através de análise de informações detalhadas do sistema os passos para melhoria.

 

 

Autor

Gamatec

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *