Razões para sua empresa investir em novas soluções tecnológicas
3 de abril de 2019
Força de Vendas: Preparando sua estrutura
14 de abril de 2019

Os 5 passos para manter sua gestão de estoque e compras alinhados

Saber o momento certo de comprar e repor seu estoque é uma das principais diretrizes para qualquer empresa que visa aumentar seu faturamento.

Manter um equilíbrio entre a gestão de compras e estoque é um tremendo desafio para várias empresas. Sendo assim focar na gestão desses itens e fazê-los andar alinhados é algo primordial para a saúde financeira de qualquer negócio.

Como já citamos anteriormente, uma das principais funções de uma boa gestão de compras é fazer que a empresa obtenha a melhor relação entre custo e benefício no momento da compra de matérias-primas ou produtos.

E ainda não podemos esquecer a relação direta entre a gestão de compras e o estoque, pois o movimento de compras depende diretamente do movimento do estoque.

Então, pensando nisso, a seguir, detalhamos 5 passos para ajudá-lo a manter a gestão de compras e o estoque de sua empresa alinhados:

 

1. Registre todas as movimentações (entradas e saídas)

Um ponto simples nesse contexto todo é: Para saber o que deve ser comprado, é preciso ter noção do que se tem em estoque. Sendo assim, é necessário ter um controle efetivo de todas as entradas e saídas de produtos e matérias-primas de seu estoque.

Adotar um sistema de gestão para ajudar sua empresa nessa empreitada se torna uma ótima solução, afinal esse tipo de software por ser integrado, a cada entrada e saída de notas fiscais a baixa e adição de produtos no estoque é feita de maneira automática e assim o processo fica muito mais rápido e menos passível de erros.

 

2. Categorize e organize seus produtos e serviços

De nada vai adiantar sua empresa ter um controle de compras e de estoque se seus produtos e suas descrições deles não seguirem um padrão. Então, é importante organizar seus produtos em categorias e criar códigos inteligentes que identifiquem sua respectiva categoria e o tipo de produto, deixando assim tudo bem organizado e evitando ao máximo problemas maiores.

 

3. Controle seu fluxo de vendas

Ter um controle efetivo do seu fluxo de vendas é algo extremamente importante e deve ser levado em conta por qualquer empresa. Analisar dados e interpretá-los se torna algo muito relevante para saber quais produtos vendem mais, qual a influência da sazonalidade nas vendas, entre outras inúmeras análises que podem ser feitas.

Tendo conhecimento dessa informações, é possível traçar uma estratégia mais adequada e evitar assim que seus produtos fiquem estocados por longos períodos, por não terem uma demanda suficiente de saída. Com essa análise também é possível saber quais são esses produtos “encalhados” e promover uma estratégia para vender eles mais rapidamente e evitar maiores prejuízos, através de promoções ou troca de materiais no processo de fabricação, afim de movimentar esse estoque parado.

 

4. Mantenha a programação de compra sempre atualizada

Levando ainda em consideração a análise do fluxo de vendas, não se pode esquecer da programação de compras, ou seja, manter um calendário de reposição de produtos de acordo com a demanda levantada no processo anterior. Assim, sua empresa vai manter um estoque de segurança mínimo e evitar problemas com demandas mais urgentes.

 

5. Conheça seus fornecedores

Um erro que deve ser evitado é negociar somente com um fornecedor. É extremamente importante estar por dentro do mercado e contar com outras opções confiáveis de fornecedores de um mesmo produto ou similar. Mantenha uma relação próxima com todos eles, não feche portas. Esse tipo de parceria é bastante saudável para sua empresa, pois com um relação próxima é possível ter um processo de negociação mais aberto e flexível.

Antes de escolher qualquer tipo de fornecedor, é importante não se ater somente ao preço, mas também a disponibilidade de seus produtos, tempo de entrega e principalmente sua credibilidade no mercado.

Essas foram nossas 5 passos para quem quer potencializar o processo de alinhamento entre gestão de compras e estoque. Quanto mais alinhados esses dois processos, maiores serão os retornos financeiros para a sua empresa. Quanto mais integrados os processo de uma empresa, maiores e melhores são seus resultados.