A ascensão da mobilidade nas vendas do varejo brasileiro
9 de Janeiro de 2018
6 hábitos simples que vão melhorar sua produtividade em vendas
30 de Janeiro de 2018

5 erros de gestão financeira que você deve fugir

Os erros no processo de gestão financeira podem acabar com o seu negócio pouco a pouco ou até mesmo podem tem um impacto ainda mais rápido e fazer seu sonho de empreender ir pro água abaixo rapidamente.

Não tomar cuidado na divisão de vendas e receitas, não separar finanças pessoais e empresariais e esquecer do capital de giro, são alguns dos erros que muitas vezes podem ser fatais para seu negócio.

Neste post, separamos 5 grandes erros de gestão financeira que você deve evitar:

 

Misturar venda com receita

Um erro muito comum é fazer o registro a cada venda como se fosse entrada de dinheiro no caixa, indiferente da forma de pagamento adotada. Somente os valores que efetivamente entram no caixa devem ser contabilizados como receitas. Vendas parceladas devem ser registrados, mas identificados de forma separada.

 

Não separar as finanças pessoais das empresariais

Se misturar venda com receita é algo comum, misturar despesas pessoais das do seu negócio é ainda mais usual. Embora todos os analistas sempre relembrem a importância da separação das esferas pessoal e empresarial na parte financeira, misturar é ainda muito comum.

Essa é uma atitude que é um verdadeiro tiro no pé do empreendedor, pois em um determinado momento as despesas e recebimentos vão se confundir e isso vai acabar acarretando em problemas financeiros ou até mesmo desgastes pessoais e empresariais.

Crie contas separadas para você e para sua empresa, separe um valor mensal de retiradas de acordo com suas necessidades e use esse dinheiro para sua vida pessoal, deixando parte para ser investido no seu negócio.

 

Menosprezar às pequenas despesas

Indiferente do valor da sua despesa, é importante registrar (registre absolutamente tudo) que ou entra no seu caixa. A dica é essa mesmo, simples e sucinta, despesas são despesas e devem ser registradas com tal.

Assim, você não corre o risco de posteriormente encontrar diferenças no contabilizado para o realmente recebido e não saber a origem de tal discrepância.

 

Esquecer do capital de giro

Para iniciar um novo negócio é necessário um investimento inicial, indiferente do tamanho do seu empreendimento, isso é algo comum. Mas muitos esquecem dos meses e períodos posteriores. Ou seja, não mantem um capital reservado para usar em casos de imprevistos ou até mesmo para se manter em períodos de vendas menos acentuadas.

Sem falar que se sua empresa não tem uma reserva de capital, será praticamente impossível investir em crescimento e colocar novas ideias em prática e se realmente quiser vai se obrigar partir para empréstimos, muitas vezes com juros e taxas enormes.

Então para evitar sustos e para fugir de empréstimos para pagar despesas inesperadas, mantenha sempre um capital de giro para manter suas despesas operacionais do dia a dia.

 

Não focar no planejamento

Prestar atenção e buscar prever com antecedência como será os negócios no ano, isso é primordial para o sobrevivência de qualquer empresa. É claro que não temos como saber exatamente como será o futuro (seria tudo mais fácil, não é mesmo?!), o máximo que podemos fazer é tentar prever o que vai acontecer, baseado no mercado, na saúde da empresa e nos nossos objetivos para o ano, e isso só pode ser feito com um planejamento estratégico.

 Foque e nunca menospreze um bom planejamento, você só vai sentir falta dele quando tomar aquele susto financeiro ou do mercado no decorrer do ano e parar para refletir: “Como eu não pensei que isso podia acontecer antes?!”. Pois é!

E aí sua empresa cometeu ou comete algum desses erros de gestão?